Sobre os Vietnamitas e a Cultura

  |   Uncategorized   |   No comment

A cultura vietnamita é uma das mais antigas do mundo e é fortemente influenciada pela cultura da vizinha China.

 

Depois que o Vietnã alcançou a independência da China no século X, o país começou a se expandir para o sul, o que levou à incorporação de elementos das culturas Champa e Khmer na cultura vietnamita. Mais tarde, o domínio colonial francês no Vietnã introduziu a cultura ocidental no país e levou à disseminação do catolicismo e à adoção do alfabeto latino.

 

 

Valores vietnamitas

 

O sistema de valores vietnamita é baseado em quatro pilares básicos: lealdade à família, anseio por um bom nome, amor pelo aprendizado e respeito pelas outras pessoas.

 

O fator mais importante é, sem dúvida, a família. A família é o centro da preocupação do homem comum vietnamita e a espinha dorsal da sociedade vietnamita.

 

A antiga tradição de respeito pelos idosos se reflete na liderança.

 

 

Maneiras e linguagem

 

O idioma oficial do Vietnã, é um idioma tonal que pode ser comparado ao idioma oficial do Camboja, o Khmer. Em cada sílaba, existem seis tons diferentes que podem ser usados, que alteram a definição e muitas vezes dificultam o entendimento do idioma pelos estrangeiros.

 

Existem outras línguas faladas, assim como chinês, Khmer, Cham e outras línguas faladas por tribos que habitam as regiões montanhosas. Embora existam algumas semelhanças com os idiomas do sudeste asiático, como o chinês, o vietnamita é considerado um grupo de idiomas separado.

 

A influência francesa é facilmente observável. A expressão facial é muito mais evidente do que, por exemplo, no Japão, na Coréia ou na China, e algumas linguagens corporais remanescentes do francês podem ser observadas. Fatores emocionais podem ser usados na argumentação. Uma boa educação e um alto índice de alfabetização dão confiança às pessoas na comunicação. A tradição literária é forte, particularmente na poesia. As pessoas no Sul tendem a ser mais abertas e francas do que muitos asiáticos.

 

 

Religião

 

O Vietnã é oficialmente um país ateu, conforme declarado pelo regime comunista do país. Embora, em teoria, o país desfrute de liberdade religiosa, como:

 

 

Religião tripla (tam giao)

A frase “três ensinamentos” refere-se à combinação de confucionismo, taoísmo e budismo encontrada na filosofia chinesa. No Vietnã, os três ensinamentos se entrelaçaram entre si, bem como com as crenças indígenas vietnamitas, para criar uma religião sincrética que é seguida, em certa medida, pela maioria dos vietnamitas.

 

 

Budismo O budismo continua sendo a religião mais popular no Vietnã e é geralmente praticado de maneira sincrética – incorporando elementos de várias tradições dentro do budismo, bem como filosofia de outras religiões, como o confucionismo e o taoísmo. O budismo mahayana continua sendo a seita dominante, seguido pelo budismo theravada e depois por Hoa Hao.

 

 

Cristianismo

O catolicismo é de longe a igreja cristã mais difundida no Vietnã e foi introduzida no país por missionários católicos portugueses no século XVI. Essa influência foi reforçada durante o domínio colonial francês e pelos missionários jesuítas posteriores nos séculos seguintes.

 

 

Cao Dai

A religião Cao Dai foi estabelecida no sul do Vietnã em 1926 e é uma religião monoteísta que credita a Deus – e não a qualquer profeta ou Buda – como seu fundador. Há um número significativo de adeptos de Cao Dai no Vietnã, e suas práticas típicas incluem oração, veneração de antepassados, não-violência e vegetarianismo.

 

No Comments

Post A Comment